Windows Azure Storage

Vivemos uma fase bastante interessante, na qual presenciamos a crescente expansão dos serviços providos pela nuvem. Dia após dia, novos serviços surgem e ficamos estatelados, imaginando: “Nossa! Eu podia ter usado isso naquele projeto!” ou então “Nossa! Como eu consegui trabalhar até agora sem isso?”.

Na minha humilde opinião, logo mais, conhecer os serviços providos pela nuvem será tão importante quando saber conectar sua aplicação a um banco de dados ou jogar uma mensagem em um serviço de mensageria. Trabalhar com a nuvem não será um diferencial, mas um conhecimento tido como requisito básico.

image

Leia mais »

Integrando MongoDB com .Net e LINQ

Olá!

Na última sexta-feira (13 de Julho de 2012), estive presente no MongoDB São Paulo 2012. Um evento organizado pela 10Gen sobre o uso do MongoDB. Para quem não sabe o MongoDB é um banco de dados No-SQL, isto é, não trabalha com o paradigma relacional, não trabalha com colunas e nem linhas. A persistência dos dados é toda baseada na estrutura das entidades de suas classes. Isto é bastante favorável, pois não exige a existência de uma estrutura rígida baseada em um schema. Algum tempo atrás eu fiz uma série de experimentos com o Db4Objects (https://ferhenriquef.com/?s=db4o), um banco de dados orientado a objetos que funciona de forma parecida.

Um adendo: quando fiz a faculdade de Sistemas de Informação, na Universidade Presbiteriana Mackenzie, eu tive a possibilidade de escolher uma ênfase para o meu curso, e no caso escolhi a ênfase em Banco de Dados. Então, isso explica alguns dos meus posts e alguns dos experimentos neste blog. Sou vidrado em tecnologias diferentes de armazenamento de dados, mas acho que isso todos já perceberam.

mongoNet

Leia mais »